O ensino de língua inglesa à distância: caminhos e possibilidades

  • Danúbia Gisele Santos Silveira

Resumo

O presente artigo tem como objetivo descrever o desenvolvimento do processo de ensino-aprendizagem de língua estrangeira à distância no desenvolvimento das quatro habilidades linguísticas (ler, escrever, falar e ouvir), apontando seu uso por meio de ferramentas que auxiliam na aprendizagem de uma língua estrangeira. O ensino de língua estrangeira – especialmente da língua inglesa - na Educação a Distância tem sido frequente, em que o professor lança mão de diversas ferramentas tecnológicas, analisando, segundo seus objetivos, o melhor recurso para o desenvolvimento de habilidades linguísticas. Além disso, a interação intercultural, através da comunicação virtual entre aprendizes de diversas partes do mundo, possibilita uma experiência de aprendizagem enriquecedora.  Há ainda, a presença de desafios diante da interação social em cursos de línguas à distância, despertando descrença em alguns educadores. No entanto, novos estudos mostram que há uma interação maior entre alunos e professores, pois a comunicação é mais frequente nesta modalidade de ensino devido a troca de mensagens constantes, participações em chats, fóruns, webconferências e outras ferramentas. Contudo, o ensino de língua estrangeira nesta modalidade possibilita aos aprendizes que moram em lugares distantes o acesso a este tipo de ensino, em que podem aprender de forma autônoma e flexível.
Publicado
04-02-2016
Como Citar
SILVEIRA, Danúbia Gisele Santos. O ensino de língua inglesa à distância: caminhos e possibilidades. Revista Multitexto, [S.l.], v. 3, n. 2, p. 28-32, fev. 2016. ISSN 2316-4484. Disponível em: <http://www.ead.unimontes.br/multitexto/index.php/rmcead/article/view/140>. Acesso em: 16 jul. 2020.
Seção
Artigos de Revisão

Palavras-chave

Ensino de Língua Estrangeira; Língua Estrangeira; Aprendizagem; Habilidades Linguísticas; Educação a Distância