AVALIAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA DE IOGURTE SABORIZADO UTILIZANDO POLPA DE COCO MACAÚBA (Acrocomia aculeata)

  • Ateniza Aparecida Gonçalves
  • Suely Rodrigues Pereira
  • Ronilson Ferreira Freitas

Resumo

O cerrado brasileiro é um bioma rico em sua flora, possui muitas espécies nativas com característicaspróprias, sabores, formas variadas e cores chamativas, além do seu grande potencialeconômico. Dentre as espécies do cerrado, com grande potencial de uso é a Acrocomia aculeata,conhecido vulgarmente como coco macaúba, por possuir grande valor nutricional e aplicabilidadeem diversas áreas da indústria de alimentos. Sendo assim, este estudo teve como objetivoavaliar as características físico-químicas do iogurte saborizado utilizando a polpa de coco macaúba(Acrocomia aculeata). O estudo apresenta caráter analítico, exploratório e experimental.As amostras de coco macaúba para a produção do iogurte foram coletadas no norte de MinasGerais, os testes físico-químicos como determinação de umidade, cinzas, proteínas, lipídios eacidez titulável foram. Os resultados obtidos na físico-química o iogurte saborizado com polpade macaúba foram superiores para acidez titulável e cinzas e inferiores para lipídeos, proteínase umidade quando comparado a outros estudos de iogurte já publicados. Através dos resultadosobtidos pela as análises físico-químicas conclui-se que o desenvolvimento do iogurte foi alcançado,porém ainda necessita-se de alguns ajustes e de estudos que contemplem a análise sensorial,tempo de prateleira, além da caracterização física do iogurte.
Publicado
03-06-2019
Como Citar
GONÇALVES, Ateniza Aparecida; PEREIRA, Suely Rodrigues; FREITAS, Ronilson Ferreira. AVALIAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA DE IOGURTE SABORIZADO UTILIZANDO POLPA DE COCO MACAÚBA (Acrocomia aculeata). Revista Multitexto, [S.l.], v. 6, n. 2, jun. 2019. ISSN 2316-4484. Disponível em: <http://www.ead.unimontes.br/multitexto/index.php/rmcead/article/view/314>. Acesso em: 17 nov. 2019.
Seção
Artigos Originais